Duplicação da avenida perimetral
Menu

Duplicação da avenida perimetral

Previsão de conclusão
Junho de 2015 (Primeira etapa)

Valor global
R$ 70 milhões

Andamento
78 %

Empresa responsável
Consórcio Montese (Terraplena e Estacon Engenharia)

Endereço
Avenida Perimetral

E-mail : O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Resumo da obra

O governo do Estado deu início a mais uma importante obra para melhorar a mobilidade urbana em Belém, junto com os prolongamentos das avenidas Independência e João Paulo II, que já estão em ritmo acelerado. A Ordem de Serviço autorizando o início das obras de duplicação da Avenida Perimetral foi assinada no dia 04/11/2013. Com a obra de duplicação, a  via será mais um corredor alternativo para desafogar o pesado trânsito em Belém.

A obra começou a ser executada em duas etapas, a primeira com 3,1 quilômetros, no perímetro compreendido a partir da Avenida João Paulo II até a entrada do Parque Tecnológico da Universidade Federal do Pará (UFPA). A segunda fase da duplicação, com 1.440 metros de extensão, compreenderá o trecho entre o Parque e o terminal de ônibus da UFPA.A conclusão da obra está prevista para fevereiro de 2015. Os recursos para a construção, que totalizam R$ 70 milhões, são do governo do Estado e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio do Programa Proinveste.

A duplicação abrangerá em torno de 4,8 quilômetros de pista, no trecho que compreende desde avenida João Paulo II, até o Terminal de ônibus da Universidade Federal do Pará (UFPA). A obra está na área de influência dos bairros do Guamá, Terra Firme e Marco. À frente da construção está o consórcio Montese, liderado pelas empresas Terraplena e Estacon Engenharia. As obras na Perimetral incluem ainda calçada para pedestres, ciclovias, sinalização (vertical, horizontal e semafórica), baias nas paradas de ônibus, acessibilidade com proteção para pessoas com deficiências e projeto paisagístico.

  • Sobre o projeto

A Avenida Perimetral tem importância fundamental como via de ligação direta entre os bairros do Guamá, Terra Firme e Marco,Beneficiando diretamente uma populção de mais de 300.000 pessoas dando acesso à Estrada Nova e ao Centro da cidade, como corredor alternativo de saída do centro da capital para o interior do Estado através da Avenida João Paulo II e Avenida Almirante Barroso.

Razões suficientes para incorporar a Avenida Perimetral em qualquer plano estratégico definido para o melhoramento da infra-estrutura de mobilidade urbana da capital permitindo o acesso e um fluxo de trafego menos oneroso para o transporte publico  urbano de Belém.

O melhoramento da via em questao é urgentemente necessario para aliviar o congestionamento de trafego e aumentar a ligação entre o centro e a periferia, bem como saida/entrada da cidade. A estrategia de desenvolvimeto da rede viária deve-se ao seguinte:

-Dispersão do fluxo de trafego no centro e redução da concentração excessiva de trafego em certas vias arteriais, aumentando a mobilidade do sistema.

- Desenvolvimento de ligações de vias alternativas a fim de garantir vida urbana estavel e atividades produtivas, com trafego fluente e seguro.

- Criar um sistema ordenado de hierarquisação de vias

 

  • Fundamentação

A falta de um diferencial funcional efetivo de vias tem permitido que todo tipo de trafego com origem na área periférica se concentre nas principais vias arteriais o que é um agravante no congestionamento do trafego.

 

Com a implementação desse projeto, a rede viária de toda a Regiao Metropolitana de Belem sofrerá uma melhora no desempenho, considerando os seguintes aspectos:

- O principal eixo arterial ligando o Centro a area periferica sera reforçado;

- Com o alargamento desta via a rede viária, sentido centro/periferia se tornara mais eficiente, bem como o acesso de saida e chegada ao município de Belem;

- O desenvolvimento do projeto mencionado formara uma das estruturas viarias basicas da RMB e ajudara a resolver os problemas sociais e do crescimento do congestionamento do trafego. Ao mesmo tempo, criara espaço suficiente nas vias arteriais a ser usado em operações de transporte publico mais estavel

 

A via nova será construida dentro do espaço da via existente, portanto sera esperado que nao ocorra nenhum impacto relevante no que diz respeito aos impactos ambientais da área. Caso ocorra, as medidas abrangentes de mitigação serão revisar os impactos identificados no levantamento preliminar de impacto ambiental e incorporar praticas de provável eficácia ao plano de mitigação, junto às fases de pré-construção e construção propriamente dita, os quais requererão uma gestao ambiental adequada.

 

  • Número de pessoas a serem beneficiadas pelo projeto (direta e indiretamente).

Diretamente 300.000 , indiretamente 1.000.000

  • Número de empregos gerados;

300 diretos /800 indiretos

 

  • Investimentos e Implantação

 

Na elaboração do Projeto Geométrico, foram consideradas as peculiaridades locais, principalmente por tratar – se de via mão unica já implantada.

Basicamente, manteve–se a concepção da implantação existente procurando conseguir o máximo de aproveitamento do pavimento existente.

Procurou-se por questões econômicas e estruturais, aproveitar o máximo possível da plataforma existente e já consolidada.

O modelo proposto apresenta o desenvolvimento dos serviços abaixo referente ao trecho compreendido entre a Estaca 273,00 + 325,00 + 11,12 m.

  • Implantação de calçada para circulação de pedestre, em toda extensão;
  • Implantação de ciclovia mono e bi-direcional;
  • Implantação de baia de ônibus nos pontos de parada dos coletivos;
  • Instalações de acessibilidade e proteção aos deficientes físicos;
  • Implantação de áreas verdes.

 

Matérias relacionadas ao projeto

 

Institucional

Acessibilidade

Imprensa

Interno

Telefone

  • Geral
  • 3183-0020
pulibetpulibet